Bem-vinda ao gosto-me.

O gosto-me é um desafio de 30 dias de amor-próprio.

Todos os dias encontras um desafio para completar, para ganhares o hábito de cuidar de ti, todos os dias. Podes cuidar de ti de muitas formas diferentes e é por isso que este desafio é tão diversificado. Os desafios estão divididos em várias categorias: alimentar, físico, espiritual e de emoções.

O Gosto-me pode ser feito em qualquer momento e em qualquer lugar. Esta é uma ferramenta que está à tua disposição e que podes usar sempre que precisares. Partilha com os teus amigos! Homens e Mulheres todos são bem-vindos a fazer este desafio.

Abaixo encontras uma lista com o desafio correspondente a cada dia. Cada número corresponde ao dia do mês em que te encontras. Caso se ajuste melhor com a tua agenda, podes trocar os dias dos desafios.

Como sempre, interpreta cada desafio como te fizer sentido. O que te trazemos são linhas orientadoras, o resto do trabalho é teu. Ajusta o desafio à tua agenda, disponibilidade e recursos.

Esperamos que seja uma jornada cheia de amor, compaixão e libertação de emoções. Partilha a tua experiência com a comunidade, usando o hashtag #gostome nas redes sociais.

Dia 1- Defino uma Intenção.
Acreditamos que o maior propósito na nossa vida é sermos felizes. Ser feliz é viver com intenção, com propósito. Por isso iniciamos o nosso desafio a escolher uma intenção. A tua intenção vai ser o teu foco para os próximos trinta dias. O que te trouxe aqui? O que queres trabalhar? Qual é o teu objectivo? Define a tua intenção tendo em conta o teu propósito para o próximo mês. 

Dia 2- Escolho uma Afirmação
Hoje o desafio é materializar a tua intenção com uma afirmação. As afirmações têm o poder incrível de mudar a forma como vemos as coisas. Afirmações negativas e derrotistas deitam-nos para baixo, enquanto que as afirmações positivas deixam-nos mais felizes, confiantes e motivados.

Quando estamos perto de pessoas negativas, com uma linguagem negativa e afirmações negativas, tendemos a pensar de forma negativa, todas estas pequenas coisas têm uma enorme influência nas nossas vidas. 

exercício
Escolhe uma afirmação que esteja relacionada com a tua intenção para este mês e repete todos os dias. É o teu mantra. Podes imprimir, escrever à mão e colocar na mesa de cabeceira. Podes tirar uma foto à frase que escolheste e usá-la como protecção de ecrã do telemóvel.

(nota: a afirmação pode ser feita por ti, retirada da internet, de um livro, etc. O que importa é que esteja alinhada com a tua intenção).

Dia 3- Nutro o meu corpo, vou às compras!
Uma das formas mais fáceis que temos para cuidar melhor de nós é alimentarmo-nos bem. Comer bem nutre o nosso corpo e a nossa alma,  faz-nos sentir mais alinhados com a natureza, porque comemos alimentos naturais, faz-nos sentir mais vivas e com mais energia.

É uma forma muito elementar e fácil de nos cuidarmos. Todos precisamos de comer, mas muitas vezes somos preguiçosas para o fazer com o amor. Ou usamos a comida para nos boicotarmos.
Durante este mês cuida melhor da tua alimentação. 

Se ainda estás a começar a entrar neste universo da alimentação, convidamos-te a ler o livro TUDO AQUILO QUE ÉS, o primeiro capítulo e segundo focam-se na alimentação natural e em comermos intuitivamente.
Sabe tudo aqui.

Dia 4- Preparo uma refeição com amor
Agora que tens o frigorífico cheio de ingredientes mágicos e nutritivos chegou o momento de te dedicares a preparar uma refeição com amor. Na cozinha o ambiente deve ser relaxado e limpo. Coloca uma música relaxante, veste uma roupa confortável, respira fundo, e prepara uma refeição cheia de amor. Agradece ao teu corpo tudo o aquilo que faz por ti, e brinda-lhe com um prato delicioso e nutritivo.

Algumas receitas deliciosas que adoramos:

https://pleaseconsider.com/pt-pt/category/receitas/
https://madebychoices.pt/
https://dicasdaoksi.pt/
https://blogdaspice.com 

Dia 5- Reflito sobre tudo o que alcancei
Quando estamos desconectadas de nós, focamo-nos mais no que não temos, em tudo que queremos alcançar e comparamo-nos com os outros. O desafio de hoje é fazeres uma lista. Uma lista com tudo aquilo que já alcançaste, com todas as coisas que conseguiste fruto de trabalho e dedicação. 

Escreve sobre tudo o que te orgulhas, mesmo se aos olhos dos outros não foi nada de especial. O gosto-me não é para os outros, é para ti <3

Dia 6- Tomo um banho de imersão
Parar a meio de uma semana agitada. Parece-te bem? A nós sim, e é esse mesmo o desafio (ou deveríamos dizer, presente) de hoje.

Para o banho vais precisar de tempo, para conseguires ficar bem relaxada.Podes usar sal marinho (grosso), sal de Epsom, gel de banho, um óleo essencial e até flores. O que te apetecer. Se não tiveres banheira em casa,  a nossa proposta é que transformes o teu chuveiro num santuário ou optares por outro mimo. Podes optar por uma massagem, uma ida à pedicure, ou até em ficar a casa a ver um filme e a beber chocolate quente, o que interessa é que tenhas um momento  relaxante no teu dia.

Para mais informações acerca de rituais de água propomos que leias o capítulo dos rituais no livro TUDO AQUILO QUE ÉS. Sabe tudo aqui.

Dia 7- Peço desculpa a alguém
Pedir desculpa a alguém por algo que dissemos ou fizemos é também um acto de amor próprio. Nada nos serve pedir desculpa e encerrar um capítulo se não fizermos o trabalho interior, no nosso coração de perdoar primeiro. É esse trabalho que irás fazer hoje.

Pedir desculpa a alguém e estar com o coração tranquilo: lembra-te todos erramos.

Dia 8- Começo o meu dia com um batido verde
O desafio de hoje é um lembrete ao desafio do dia 3. Começares o dia cheia de energia, com um pequeno-almoço nutritivo é meio caminho para teres um dia mais feliz. Uma das nossas receitas preferidas é:

Num copo liquidificador junta:
1 banana ou pêssego
1 punhado de espinafres
1/4 courgete crua
1 colher de sobremesa de manteiga de amêndoa
1 colher de sopa de linhaça
1/4 água de coco, água ou bebida vegetal

Dia 9- Pratico o silêncio
O silêncio é precioso. Permite-nos absorver o mundo sem o barulho do dia a dia. Estarmos bem com o silêncio é estarmos em contacto com a nossa voz interior,  é tão essencial, estarmos bem sozinhas sem necessitarmos de distrações constantes. 

O desafio de hoje é combinares os dois, silêncio e ausência de distrações.Dedica um momento do teu dia para fazeres nada e estares em silêncio.

Vais ver que é um exercício poderoso.

Dia 10- Convido uma amiga para jantar
Sabes aquela pessoa especial que adoras e raramente vês? Pois bem, convida-a para jantar. Encontra tempo na agenda preenchida para quem mais gostas. Hoje não há desculpas!

Dia 11- Destralho o meu espaço
E pratico o desapego. Estão ambos relacionados e são muito importantes para nos fazer perceber o que realmente importa. Quando a nossa felicidade depende inteiramente de objectos: compramos coisas que não precisamos, acumulamos tralha e o nosso espaço provavelmente fica cheio e desarrumado. Então é sinal de que é preciso destralhar.  
Libertar o teu espaço físico vai ajudar-te a criar espaço mental, e a ter mais tempo para o que realmente importa.

O desafio de hoje é destralhar e libertar esse espaço físico. Se precisares de algumas dicas, lê o capítulo “detox físico”, do ebook “detox holístico”, que encontras ao subscrever a newsletter aqui:

Podes ainda ler o capítulo “minimalismo e essencialismo” do livro TUDO AQUILO QUE ÉS, sabe tudo aqui 

Dia 12- Olho-me ao espelho
Vemo-nos muitas vezes ao espelho mas não olhamos para os pormenores. Interessa-nos perceber se as calças escondem o volume das ancas, ou se o decote não denuncia uma estria, por isso o desafio que te trazemos hoje é o oposto. Despe-te e vê-te ao espelho, como és, sem efeitos de luz e roupas a tapar. Aprecia e valoriza o teu corpo, repara em cada detalhe que é tão único, e tão belo.

Cada uma das nossas imperfeições físicas faz parte da nossa história e devem ser valorizadas.

Repete este exercício sempre que te tiveres a sentir em baixo, e lembra-te a perfeição não existe, por isso somos todos perfeitas, em corpos imperfeitos.

Dia 13- Peço desculpa a mim mesma
Já pediste desculpa a outra pessoa, agora é altura de pedir desculpa a ti mesma. Frequentemente o nosso diálogo interior é violento e muitas coisas que dizemos a nós mesmas não diríamos nunca a outras pessoas, tal é a violência do nosso diálogo interior.

Frases como “o meu corpo é horrível”, “não tenho jeito para nada”, “sou mesmo burra”, “quem sou eu para querer isto” tomam conta de nós e do nosso inconsciente. Aos poucos vamos acreditando que não temos mesmo jeito para nada, que somos burras, temos um corpo feio e tantas outras maldades que vamos dizendo todos os dias.

Hoje é dia de pedires desculpa ao ti mesma e de encerrar este capítulo de autocrítica. A partir deste momento procurar estar consciente da tua linguagem e transforma-a todos os dias. 

Dia 14- Escrevo uma carta de amor
Hoje a carta que vais escrever é para ti, não é para o namorado ou marido, a melhor amiga ou um familiar.

Escreve uma carta de amor, a mais bonita que já escreveste, guarda-a e abre-a daqui a um ano. Trabalha durante este ano para que o teu amor-próprio triplique, para que o todo o trabalho que estás a fazer este mês faça parte da tua rotina para sempre. 

Dia 15- Como chocolate sem culpa
Chocolate ou qualquer outra coisa salgada ou doce que prefiras.

Se és como nós, comes chocolate com frequência, mas quantas vezes comeste sem culpa? A relação que temos com a comida é muitas vezes uma relação de privação e culpa.

Quando o exercício devia ser o oposto. Os alimentos servem para nos nutrir o corpo e alma, o chocolate incluído, claro.
Por isso hoje escolhe o teu chocolate preferido e come sem culpa.
Se tiveres dificuldade a fazer este exercício espreita esta página e todos os recursos que preparámos para ti. 

Dia 16- Saio da minha zona de conforto, visto uma peça diferente
Não precisa de ser ousada, no sentido em que tem de mostrar pele mas veste aquela peça que está no armário há muito e normalmente não tens coragem para usar. Aceitar o teu corpo também é aceitares quem és. O processo é só esse, nada mais importa. 

Dia 17- 30 minutos para fazer o que mais gosto
O desafio de hoje é fazeres algo que te dá especial prazer, e que normalmente não faria sentido fazer num dia “normal”.
Estes 30 minutos de hoje são só TEUS! O que vais fazer?

Dia 18- Algo novo pela primeira vez
EXPLORA! É a palavra de ordem para hoje. Temos a certeza que tens um sítio que queres visitar, uma exposição nova para ver, uma receita completamente diferente do habitual para fazer. Hoje é o dia! Fazer algo novo pela primeira vez é revigorante e puxa pela criatividade.
Lembra-te de o fazer não só hoje mas sempre! Traz a tua criança interior para o palco da tua vida. 

Dia 19- Esfolio o meu corpo
Com dois ingredientes que provavelmente já tens na tua despensa.
Óleo de coco e açúcar. O óleo de coco deixa a pele hidratada enquanto o açúcar esfolia.

Medida (pode ser usada várias vezes)
1 chávena de açúcar (idealmente mascavado ou de coco)
1/4 chávena de óleo de coco
Misturar tudo e aplicar na pele durante o banho.

Dia 20- Mexo o meu corpo por amor
Hoje é dia de mexer o corpo. Uma caminhada, umas braçadas no mar, ou uma volta de bicicleta, tudo conta desde que efectivamente mexes o teu corpo. 

Traz para o teu dia (e vida) a questão: como posso mexer o meu corpo de uma forma intuitiva?

E se ainda não souberes como, ouve este episódio do officina sobre movimento intuitivo para inspiração e desconstruires alguns conceitos. 

Dia 21- Não quero saber o que pensam de mim
Só por hoje não te vais preocupar com o que os outros pensam de ti. Das tua escolhas. Das decisões que tomaste. És livre. Somos todos livres. Não deixes que as opiniões dos outros minem os teus pensamentos, o que fazes e quem queres ser. 

Dia 22- Visualizo os meus maiores desejos
Não acreditamos na visualização sem trabalho e sem alinhamento. De nada serve visualizares a tua vida de sonho, se não fizeres nada para que isso aconteça. Ou visualizares uma vida perfeita mas que não está alinhada com o que queres viver. 

Acreditamos sim no poder transformador da visualização e de como nos pode motivar a atingir os nossos objectivos.
Muitas vezes mais do que a acção é a vibração que tens, por isso é tão importante manter este alinhamento. Se para ti for um conceito novo, ouve este episódio do officina para compreenderes a importância do nosso alinhamento interno. 

Dia 23- Danço em frente ao espelho
Dança, liberta-te, mexe o teu corpo.
A dança tem um poder terapêutico incrível, ajuda-nos a libertar a tensão do dia a dia e a soltar. Dança em frente a um espelho, aprecia e valoriza a tua beleza, enquanto mexes o corpo.

Dançar em frente ao espelho é um exercício de auto confiança enorme, honra o teu corpo e honra-te! 

Dia 24- Reflito sobre todas as coisas boas da minha vida
Reflete e escreve.
Já escreveste sobre os teus maiores “feitos”, coisas que fizeste por ti, fruto do teu tralho e dedicação. Hoje a reflexão é sobre as pequenas e grandes coisas pelos quais estás grata na tua vida.

Hoje é dia de reconheceres, refletires e agradeceres à vida sobre todas essas coisas. E nós apostamos  que são tantas!

Dia 25- Crio um lugar sagrado
Uma espécie de altar. Não te assustes com a palavra altar. Hoje vais criar um espaço para meditar. Um espaço que é o teu ninho e onde te vais refugiar quando te quiseres conectar só contigo.

Usa  a tua criatividade e cria um espaço bonito e confortável, que seja o teu pequeno mundo.

Dia 26- Bebo 2 litros de água
Pode ser aromatizada, com limão, frutos vermelhos, menta ou gengibre. O que gostares mais. Utiliza uma garrafa reutilizável e faz dela a tua melhor amiga. Leva-a para todo o lado.

Dia 27- Conecto-me com a minha respiração
Como respiramos é como fazemos tudo. É como vivemos. Respirar é vida. Ao longo do teu dia pára para inspirar e expirar profundamente. 

Para aprenderes mais sobre a respiração ouve estes dois episódios do podcast “magia é respirar” da Sofia Mano:

> Respiração Pranayama

> Respiração Pranayama II

Dia 28- Fotografo-me em bikini
Tira e não apagues, guarda-a só para ti, uma foto sem a melhor luz, sem o melhor ângulo. Honra o teu corpo e as tuas imperfeições.

Dia 29- Enfrento um medo
Estamos quase a terminar, e este é um dos nossos desafios preferidos: enfrentar um medo.

Este medo não tem de ser só um desafio físico como andar de elevador ou passar uma ponte, mas pode também ser um medo interior. Medo de nos expormos, medo de tomar uma decisão, de arriscar.

Dia 30- Abraço-me e reflito
Abraça-te, mima-te! Reflete sobre este desafio, sobre cada dia, revê tudo o que fizeste e orgulha-te por teres aqui chegado. Lembra-te sempre que o nosso desenvolvimento pessoal é a maior riqueza nesta vida que escolhemos viver. 

Esperemos que este desafio te tenha trazido tudo o que precisavas neste momento e continues por aqui na nossa comunidade. 

Até já <3